domingo, 23 de setembro de 2012

Pelada Poética






Pelada Poética, quarta-feira, 26/09/12:

Aniversário de Eduardo Tornaghi

Quiosque Estrela de Luz 

Av. Atlântica posto 1- Leme


Às 20h

Um Brinde à Poesia Rio 02 - Primavera da Paz Quarta às 19:00 em LIVRARIA DO CAFE



Um Brinde à Poesia completou 13 anos, no dia 11 de junho deste ano. 
Passou por muitos lugares em Niterói e a pouco mais de um ano entrou para a programação fixa do MAC Niterói (http://www.macniteroi.com.br/?page_id=33). O evento acontece todo segundo sábado, no auditório do Museu e a entrada é franca. Em agosto fez sua estreia no Rio, com programação fixa, toda quarta quarta-feira, na Livraria do Café, no Shopping da Gávea.
Vem aí a segunda edição do Um Brinde à Poesia Rio.
Coordenação e apresentação: Lucília Dowslley
Participação: Fábio Pereira (músico e compositor)
Poetas Convidados: Tanussi Cardoso,Maria helena Latini, Marisa Queiroz, Dalberto Gomes, 
Convidado Musical: Alexandre Pontes
Canja Diversos - participação com uma música ou um poema (é só colocar o nome na lista para poder participar)
E tem Um Brinde à Poesia com vinho do Cais de Icaraí
Entrada franca
PS. Começaremos às 19 horas em ponto e terminaremos às 21 horas, meia hora mais cedo. Seguiremos para a Pelada Poética, no Leme. Vamos comemorar o aniversário do querido Eduardo Tornaghi.
Um Brinde à Poesia Rio 02 - Primavera da Paz
Quarta às 19:00 em LIVRARIA DO CAFE

--
Delayne Brasil

www.grupopoesiasimplesmente.blogspot.com

Poveb 56




 
Poesia, Você Está na Barra      POVEB  56
 
05/10/2012 – 19h (sexta-feira),
no Espaço Bocha do Cond. Novo Leblon, Av. das Américas, 7607, Barra da Tijuca,
Rio de Janeiro.
Apresentando a programação  
SUE  -  POU 
a cargo dos poetas amigos SUELY NAZARETH e RAFAEL POUBEL e do show musical de JOSÉ WILSON e LUIZA STELLA   
                                                                                       
   Rafael Poubel                                                                                                     Suely Nazareth
 
                                                                            
Rafael Poubel   jornalista, poeta, escreve desde os 17 anos. É autor do livro de poesia Somos Mendigos-Poetas-Profetas, Procurando por Um Oráculo e está com o POVEB desde junho de 2010.
Suely Nazareth  carioca, professora, poeta, contista e cronista.
Participou de antologias da Editora Litteris e da Coletânea dos Cadernos
Negros com poesia, contos, crônicas e fábulas. É autora de Mares
Diversos, com prefácio de Aluizio Rezende.
José Wilson e Luiza Stella  músicos e cantores sempre presentes nas melhores rodas de poesia do Rio e uma das amizades sem preço de que o POVEB se orgulha.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Apoio:      APPERJ  (www.apperj.com.br) e Poetas del Mundo (www.poetasdelmundo.com)   
Coordenação:  Mariangela Mangia e Aluizio Rezende
                        (21-86257878 ou 21-81868807)
O Metrô-Integração deixa você no Terminal Alvorada, a cinco minutos do Novo Leblon. O táxi deve ser 8 ou 10 pratas. A pé é mole pra galerinha.  
Visite o site do Poveb:  http://www.poveb.com.br (em atualização)
 





--
Delayne Brasil

www.grupopoesiasimplesmente.blogspot.com

Louise Hug canta no Bar Itália



Louise Hug canta no Bar Itália
De volta ao Bar Itália com muita música Nacional e Internacional, acompanhada de Zé Guilherme no Violão, André Rangel no Baixo e Poubel na Percussão!
Endereço
Telefone
Website
Status
Hoje, 12:00 - 02:00, 19:00 - 02:00
Horas
Ter - Sex:19:00-02:00
Sáb - Dom:12:00-02:00
19:00-02:00




Lançamento do livro "Sangue Português" de Raquel Naveira: dia 04/10/12


    Amigo(a),
Segue convite para o lançamento de nosso livro "Sangue Português" (04/10) e ações culturais que desenvolveremos no Clube Português neste semestre.
Conto com sua presença e divulgação.
Abraço,
Raquel Naveira 

Valéria - Secretaria

Clube Português.

Tel.3666-6837 - 3666-3035

 


EDITAL SEERJ- CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA


 

SINDICATO DOS ESCRITORES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

-Rua Teixeira de Freitas, nº 5 / 3º andar, Passeio (Sede da FALARJ)

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Em conformidade com os arts. 14, 16, 29 e 30, do Estatuto deste Sindicato, CONVOCO os associados quites e no gozo de seus direitos com o SEERJ, para se reunirem em ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, no dia 27 (vinte e sete) deste mês de setembro próximo, às 18h, em 1ª convocação, com a presença da maioria absoluta de sócios, e meia hora após, em 2ª convocação, com qualquer número de presentes, no endereço acima, a fim de deliberarem a seguinte

ORDEM DO DIA:

a)      Sobre a situação atual do Sindicato;

b)     Sobre a eleição de uma Junta Administrativa, composta pelos Membros Associados da atual Diretoria, que terá a incumbência de promover a realização de eleições gerais, para o próximo biênio.

Rio de Janeiro, 17 de setembro de 2012

TANUSSI CARDOSO - PRESIDENTE


 





Domingueira Poética / Produtos da casa



Domingueira Poética
23 / setembro / 2012
 
Querid@s Amig@s,

Esta Domingueira é feita literalmente com "produtos da casa"...
Inicialmente, um poeminha do nosso neto caçula, o Victor, de 7 anos. Ele estava com uma folha de papel e caneta na mão e me informou que faria um poema. Pegou, então, versos iniciais da canção " Bijuterias ", de João Bosco, que foi tema da novela "O Astro", adicionou mais uns versos e aí vai o seu poeminha:
 
 
Minha pedra é ametista,
minha cor o amarelo.
Para ser sincero, eu espero
que não tenha lero-lero,
pois eu fiz este poema
Com muito esmero.
 
Já o segundo "produto da casa" é um poema "deste que vos fala". Eu o escrevi há mais de 20 anos, quando frequentávamos a Igreja Metodista de Copacabana, para publicação no boletim da Igreja. Diversos de Vocês já o conhecem porque me permiti colocá-lo em uma Domingueira, há tempo atrás. Eis o meu poema, pois:
 
P R E S E N Ç A
 
Eu te agradeço, Senhor, pela presença Tua no universo.
Agradeço por estares no milagre de cada sol nascente,
Na magia de cada crepúsculo,
Na beleza de uma rosa amarela,
No tranquilo caminhar do riacho,
Em um pássaro que canta,
No sorriso da menina, que inunda a gente de paz.
 
Eu Te agradeço, Senhor, porque estás presente
Em todos os sons do silêncio,
Na claridade de uma estrela,
Na fantasia de luas azuis,
Em cada mistério da madrugada,
Na doce aventura de todos os sonhos.
 
Mas eu Te agradeço, sobretudo, Senhor,
Porque Tu podes estar no meu coração,
Tua imagem e Tua semelhança
Estão definitivamente impressas em mim.
 
Que eu possa ser, Senhor,
Com todas as minhas limitações,
Um sinal vivo da Tua presença,
Permanente manifestação do Teu amor.
 
 
Finalmente, o terceiro "produto da casa" é um vídeo em que nosso genro, o  professor, compositor, arranjador e flautista Omar Fadul, marido da Érika e pai do Victinho, interpreta "O Trenzinho do Caipira", de Heitor Villa-Lobos, acompanhado ao piano pelo também professor, compositor e arranjador Tíbor Fíttel. Os dois constituem o "Duo Uniarte", com mais de 80 concertos de música erudita e popular, em vários locais do Brasil.
Para ver / ouvir, cliquem neste link:

http://www.youtube.com/watch?v=mF1GKc1ohoQ

Compartilhando com Vocês estes três "produtos da casa", desejo para todos (as) um final de semana com muita poesia e boa música.
Abraços / beijos,

Victor

 








TERÇA CONVERSO NA CAFÉ:25-09-2012



 
Terça ConVerso no Café
Programação de 25 / 09 / 2012
 
 
 
  
  Poesia
Silvana Salles
 
  
Música 
Brisa
Willy Guevara
 
 
Participação Especial
Gladys Lacerda e Cleusa Sarzedas 
 
 
 
Tema da noite: "Sou meu maior fã..."
 
Rodada Poética:
 Poetas Amigos do Café

 
 
Horário: das 18h30 às 20h30
Local: Café do Teatro Glaucio Gill, s/nº, Copacabana/RJ
Ingresso: R$5,00 
    (estudantes e maiores de 60 anos pagam meia)   
Organização: Grupo Poesia Simplesmente
(Angela Maria Carrocino, Delayne Brasil, Laura Esteves e Silvio Ribeiro de Castro) 
































XX Congresso Brasileiro de Poesia




Convite: lançamento do livro Poêmia de Cynthia Lopes



SEGUE CONVITE/FLYER PARA SARAU DO LANÇAMENTO
 
DO MEU LIVRO: POÊMIA, poesia de pele e desejos...
 
a boemia de todos os poetas,
bjs,
Cynthia Lopes
 



--
Delayne Brasil

www.grupopoesiasimplesmente.blogspot.com

sábado, 22 de setembro de 2012

É nesta segunda, 24/09:Peça "Porque deixei de te amar" - texto de Carmen Moreno.




 
 AMIGOS
FICAREI FELIZ SE PUDER ENCONTRÁ-LOS
NA NOITE DE ESTREIA
 DA PEÇA DE MINHA AUTORIA
 
PORQUE DEIXEI DE TE AMAR.
 
 
DIREÇÃO: FERNANDO FHILBERT 
 
 
ELENCO: ADRIANA RABELO E EDUARDO DASCAR
 
 
LOCAL: ESPAÇO CULTURAL FINEP (PRAIA DO FLAMENGO, 200 - PILOTIS)
 
 
DATA: 24 DE SETEMBRO, 18:30 E 21H.
 
 
INGRESSO: 1KG DE ALIMENTO NÃO PERECÍVEL
 
 
O TEXTO RECEBEU O PRÊMIO STANISLAW PONTE PRETA (RIOARTE)
 
 
ABAIXO, FOTO E FICHA TÉCNICA COMPLETA.
 
 
AGRADEÇO DIVULGAÇÃO E AGUARDO VOCÊS!
 
 
OBRIGADA.
 
 ABRAÇOS,
 
CARMEN MORENO
 
EM PROCESSO DE ENSAIO.

--
Carmen Moreno
 
Blog Literário:





quinta-feira, 20 de setembro de 2012

HOJE, RÁDIO BAND, AM, 1360, DAS 15 às 16h, PROGRAMA CLUBEs EM REVISTA.

Meus amigos, hoje, das 15 às 16h, estarei falando de vcs e seus
eventos, no programa "CLUBES EM REVISTA", na Rádio BAND, AM, 1360.
Tenho só 10 minutinhos, mas dá pra dar alguns recados literários. Se
der, ouçam. Beijão pra todos e boa sorte!

Meu Blog: http://tanussicardosopoetaetc.blogspot.com







/

domingo, 16 de setembro de 2012

TERÇA CONVERSO NA CAFÉ: - Niver ANGELA DIA 18/09/2012


 
 
Terça ConVerso no Café
Programação de 18/ 09 / 2012
 
COMEMORAÇÃO DO ANIVERSÁRIO DE ANGELA MARIA CARROCINO
 
 
  

  Poesia e Música

Dill Mendonça

e

Neudemar Sant'Anna 

  

 
 
 
Tema da noite: "O sol tinha hora marcada..."
 
Rodada Poética:
 Poetas Amigos do Café

 
 
Horário: das 18h30 às 20h30
Local: Café do Teatro Glaucio Gill, s/nº, Copacabana/RJ
Ingresso: R$5,00 
    (estudantes e maiores de 60 anos pagam meia)   
Organização: Grupo Poesia Simplesmente
(Angela Maria Carrocino, Delayne Brasil, Laura Esteves e Silvio Ribeiro de Castro) 

































sábado, 15 de setembro de 2012

PALAVRAS DE ACORDAR O CORPO (25/09): Diálogos com os autores: José Geraldo Neres – Leo Gonçalves Mediação: Elaine Pauvolid (poeta) Participação de: Luíz Horácio Rodrigues (escritor e critico literário) e Tanussi Cardoso (poeta e crítico literári


PALAVRAS DE ACORDAR O CORPO

Diálogos com os autores: José Geraldo Neres – Leo Gonçalves
Mediação: Elaine Pauvolid (poeta)
Participação de:  Luíz Horácio Rodrigues (escritor e critico literário) e Tanussi Cardoso (poeta e crítico literário).

25 de setembro de 2012, (horário: 19h às 21h)
Local: Centro Cultural Justiça Federal
Sala de Leitura, 2º andar.
Av. Rio Branco, 241 – Centro, Rio de Janeiro / RJ


"Palavras de acordar o corpo; influências e provocações durante a escrituração dos livros Olhos de Barro, de José Geraldo Neres e Use o assento para flutuar de Leo Gonçalves, ambos da Editora Patuá."[1]

Release das obras:

Olhos de barro é o terceiro livro do poeta, ficcionista e produtor cultural paulista José Geraldo Neres, que recebeu "Menção Especial" no 3º Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura (ficção – 2010). É uma coletânea de contos na qual o lirismo tem precedência sobre o enredo, estruturada em cinco livros: Colheita de silêncios, Um pedaço de chuva no bolso, Sol rasgado aos pés da serpente, O silêncio das árvores e A fome dos nomes.

No dizer da renomada poeta e professora titular de Literatura Portuguesa da Universidade Federal de Sergipe, Maria Lúcia Dal Farra, "o barro, aqui, para além de incluir os jogos da infância, as brincadeiras em torno da construção da casa e dos outros, carrega o grão mítico da criação, o que engendra os olhos capazes de inaugurarem um inesperado mundo novo – mercê do nome, mercê dos modos outros de designação. O corpo é o eixo da nomeação. Ele é a casa da palavra, o texto habitável, o teto sob o qual o rito se cumpre pacientemente. Janelas e portas, quarto e cômodos, cortinas e paredes, chão e pedras e chaves (ou corpo, pele, rosto, boca, dentes, riso) – são os pontos cardeais da fortaleza a ser assaltada ou preservada, escapes ou aberturas para a instauração dos nomes e das imagens, conforme se dê o embate com o outro, conforme a palavra de ordem para cada caso, para cada acaso."

É uma poética de imagens, símbolos e mitos alinhados em construções geométricas que desafiam o leitor, convocam sua mente e sentidos. Nas palavras do premiado escritor mineiro Luiz Ruffato, "Neres submerge na memória, não na dele, mas na de todos nós, desprovido de parafernálias, ciente apenas de seu próprio fôlego, para trazer, do fundo do oceano obscuro, ostras contendo pérolas. Cabe a nós, leitores, abri-las para extasiarmo-nos com os seus poemas em prosa, gênero difícil, porque híbrido, e fascinante, porque completo. Olhos de Barro é isso: uma oferenda ao deus dos leitores inteligentes." E o poeta, jornalista e professor de língua e literatura hebraica na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, Moacir Amâncio, indaga: "Um trabalho como este traz de volta, em primeiro lugar, a pergunta inaugural: o que é poesia, em que medida ela depende de convenções como a métrica, o verso livre, aliterações, rimas, para definir seus ritmos?"

ISBN: 978-85-64308-44-2
Preço: R$ 28,00

Use o assento para flutuar, terceiro livro de Leo Gonçalves, escrito entre 2005 e 2012, fala de tudo a que a poesia tem direito. "A poesia é palavra calcinada e por isso pode falar de tudo", comenta Juan Gelman na orelha do livro. Do amor ao humor. Da influência da poesia caribenha e africana a um retrato do mundo pós-queda das torres gêmeas, o livro traz um testemunho do zeitgeist, o espírito da época.

Ao todo, são 40 poemas, entre inéditos e reedições. "WTC Babel S. A.", por exemplo, publicado anteriormente na forma de plaquete, em edição artesanal organizada pelo próprio autor, reaparece aqui. Há também poemas publicados anteriormente em revistas, jornais literários, sites e blogues. Marca interessante é a diversidade de técnicas e proposições presentes no livro. A unidade fica por conta de uma voz que busca a todo instante elementos de alteridade e diversidade.

Artista de múltiplas ferramentas, Leo Gonçalves é também performer, artista sonoro e visual, além de tradutor, ensaísta e divulgador da poesia do mundo. Traduziu em parceria com Mário Alves Coutinho o livro Canções da inocência e da experiência, de William Blake, obra que ficou entre as 50 indicadas do site Uol em 2005. Em parceria com Andityas Soares de Moura, traduziu Isso, de Juan Gelman, publicada na coleção Poetas do Mundo, da UnB. Traduziu também a peça O doente imaginário, de Molière, atualmente em sua segunda edição. Além dessas obras publicadas em livro, também traduziu para revistas literárias poetas como Aimé Césaire, Léopold Sédar Senghor, William Burroughs, Allen Ginsberg, Heriberto Yépez, Gérard de Nerval, Tristan Tzara e muitos outros.

ISBN: 978-85-64308-62-6
Preço: R$ 28,00



[1] Editora Patuá (São Paulo, SP: www.editorapatua.com.br).



--
José Geraldo Neres
blog: http://neres-outrossilencios.blogspot.com
skipe: jose.geraldo.neres

e-mail: outrossilencios@gmail.com




--
Delayne Brasil

www.grupopoesiasimplesmente.blogspot.com

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Domingueira Poética / Fernando Pessoa & Grupo Uakti





Domingueira Poética
02 / setembro / 2012

Querid@s Amig@s,
Fernando Pessoa também fez versos sobre trem...
No livro "Poemas para crianças" - Martins Fontes, São Paulo, 2007, encontramos a linda ilustração abaixo, de autoria de Lu Martins, que nos introduz ao poema "No comboio descendente", de Pessoa (se não conseguir visualizar a ilustração, abra o anexo).


Aí vão, agora, os versos, com uma observação: em Portugal, "trem" é "comboio"):
 
NO COMBOIO DESCENDENTE
- Fernando Pessoa
 
No comboio descendente
Vinha tudo à gargalhada
Uns por verem rir os outros
E os outros sem ser por nada -
No comboio descendente
De Queluz à Cruz Quebrada...
 
No comboio descendente
Vinham todos à janela,
Uns calados para os outros
E os outros a dar-lhes trela
No comboio descendente
Da Cruz Quebrada à Palmela...
 
No comboio descendente
Mas que grande reinação!
Uns dormindo, outros com sono,
E os outros nem sim nem não
No comboio descendente
De Palmela a Partimão...

Depois dessa "viagem" no "Comboio descendente" de Fernando Pessoa, pelos trilhos da "terrinha" portuguesa, viajemos agora por trilhos brasileiros.
Convido Vocês para ver / ouvir o Grupo Uakti, formado por Marco Antonio Guimarães, Artur Andrés Ribeiro, Paulo Sérgio Santos e Décio Ramos.
O Uakti, que além de trabalhos solo já participou de projetos com outros artistas, como Milton Nascimento, utiliza instrumentos muito pouco convencionais.
Vamos, pois, ver / ouvir o Grupo numa interpretação originalíssima do "Trenzinho do Caipira", de Heitor Villa-Lobos. Cliquem neste link:
 
 
 
Uma excelente viagem!
Abraços / beijos,
 
Victor









Terça ConVerso no Café, dia 04/09/12: lançamento do livro de Jorge Ventura; aniversários; poesia, música e sorteio de livros!



Terça ConVerso no Café

Programação de 04/ 09 / 2012:
Comemoração dos aniversários de 
SÍLVIO RIBEIRO DE CASTRO
e
MÔNICA SERPA

  

  Poesia
Lançamento do livro
 "FACA DE PONTA. FOGO DE PALHA"
de Jorge Ventura
  
   Poesia e Música:
                                            Francisco Orban
                                                       e
                                             Ivone Torres
Tema da noite:
 "Receita para um poema..."
Rodada Poética:
 Poetas Amigos do Café

Sorteio de livros
   
Horário: das 18h30 às 20h30
Local: Café do Teatro Glaucio Gill, s/nº, Copacabana/RJ
Ingresso: R$5,00 
    (estudantes e maiores de 60 anos pagam meia)   
Organização: Grupo Poesia Simplesmente
(Angela Maria Carrocino, Delayne Brasil, Laura Esteves e Silvio Ribeiro de Castro)